Desativar Preloader

MPE lança hoje em Cáceres ação para proteger crianças e adolescentes

... Será realizada hoje (05), a partir das 8h, no auditório da Cefrapro, em Cáceres, a assinatura do Termo de Compromisso entre os parceiros do "Projeto Luz – Cáceres Protege as suas Crianças e Adolescentes".


 "Será realizada hoje (05), a partir das 8h, no auditório da Cefrapro, em Cáceres, a assinatura do Termo de Compromisso entre os parceiros do "Projeto Luz – Cáceres Protege as suas Crianças e Adolescentes". A iniciativa busca assegurar a priorização e padronização do atendimento de crianças e adolescentes vítimas de abuso sexual para garantir uma investigação célere e efetiva, buscando evitar a revitimização e reiteração delitiva. Logo após a formalização do acordo, terá início o workshop para capacitação dos integrantes do projeto.
  
A promotora de Justiça Taiana Castrillon Dionello explica que a proposta é fomentar a atuação colaborativa de todos os integrantes da rede de proteção, criando uma rotina de atuação de cada parceiro, a fim de investigar e punir os casos de violência que surgirem, buscando, assim, prevenir novos crimes, ao mesmo tempo em que serão buscadas alternativas para minimização dos danos físicos, psicológicos e sociais sofridos pelas vítimas.
  
Será realizado o workshop de capacitação dos agentes da rede de proteção da criança e do adolescente para o "Projeto Luz – Cáceres Protege suas Crianças e Adolescentes" nos dias 05, 06, e 07, 12, 13, 14, 21, 26, 27 e 28 de novembro e 03, 04, 05, 10, 11, 12, 17, 18, 19 de dezembro de 2018, e consistirá em 5 (cinco) palestras com capacidade de público de 150 pessoas por dia. Assim, estima-se que aproximadamente 2.850 pessoas serão capacitadas no projeto.
  
EXPERIÊNCIA: O projeto foi inspirado em uma iniciativa que já vem sendo desenvolvida há alguns meses no município de Nova Mutum/MT pelas Promotorias de Justiça daquela localidade. "O objetivo do projeto é atar, oficial e definitivamente, os laços entre as instituições, criando um procedimento a ser seguido quando surgir a notícia de que uma criança ou adolescente foi vítima de violência sexual – seja de que espécie for, buscando soluções criativas para o orçamento, tempo e recursos humanos limitados de cada instituição – sempre respeitando suas atribuições – e estabelecendo o diálogo construtivo entre os componentes da rede de proteção", destacou a promotora de Justiça.
  
PARCEIROS: Prefeitura Municipal de Cáceres, por meio das Secretarias Municipais de Saúde, Assistência Social e Educação, as Secretariais de Estado de Saúde (SES), Educação, Cultura e Esporte (SEDUC) e Justiça e Direitos Humanos (SEJUDH), Poder Judiciário, POLITEC, Polícias Civil e Militar, Conselho Tutelar, Faculdade do Pantanal (FAPAN), Poder Judiciário, Hospital Regional, Hospital São Luiz, dentre outros."

Notícia disponível no link: http://www.jornaloeste.com.br/?pg=principal

Compartilhe essa Matéria