Desativar Preloader

CEFAPRO e Profissionais do Município de Porto Esperidião discutem o DRC/MT

... O plano da equipe regional teve como propósito consolidar uma rede de discussão para o processo de implementação e implantação do Documento de Referência Curricular para Mato Grosso- DRC/MT.


Nos dias 26 e 27 de setembro aconteceu no município de Porto Esperidião a etapa formativa sobre o Documento de Referência Curricular para Mato Grosso- DRC/MT, conforme plano de ação de formação da equipe regional do Polo de Cáceres, sob a mediação do Centro de Formação e Atualização dos Profissionais da Educação Básica- CEFAPRO. O plano da equipe regional tem como propósito consolidar uma rede de discussão para o processo de implementação e implantação do DRC/MT.  O encontro em Porto Esperidião contou com 61 participantes, das redes municipal e estadual, sendo professores, coordenadores pedagógicos, diretores e assessora pedagógica do referido município, os quais tiveram a oportunidade de pontuar algumas implicações e, sobretudo, acenar para os desafios e perspectivas acerca do DRC/MT, no contexto da Educação Básica do Estado de Mato Grosso.

Assim, a ação formativa realizada pelos profissionais do CEFAPRO pautou-se no diálogo com foco nas Concepções para a Educação Básica, a partir do que versa o DRC/MT, especificamente, sobre currículo, planejamento, metodologias ativas e avaliação, bem como um breve olhar para a arquitetura curricular de cada etapa da Educação Básica e respectivas áreas do conhecimento.

Segundo a assessora pedagógica do munícipio de Porto Esperidião, Azenilda Pereira de Oliveira, a parceria e o atendimento do CEFAPRO quanto às ações formativas têm sido pontuais e relevantes para o processo de apropriação e efetivação das Políticas Públicas Educacionais no Estado de Mato Grosso.

 Nessa direção, o CEFAPRO- Cáceres/MT se coloca como um espaço de diálogo à vista de um trabalho articulado e comprometido com as redes, de modo a subsidiar práticas pedagógicas interventivas para o fortalecimento de atividades que as unidades escolares têm empreendido, face à consolidação, aprofundamento e ampliação dos conhecimentos, de forma a contribuir com a formação humana na sua integralidade.

Compartilhe essa Matéria