Desativar Preloader

I SEMINÁRIO DE SOCIALIZAÇÃO DOS PLANOS DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA E I MOSTRA CIENTÍFICA DAS ESCOLAS DE TEMPO INTEGRAL DO POLO DE CÁCERES/MT - A AMBIÊNCIA DA FORMAÇÃO DA/NA ESCOLA/2019: INTERVENÇÃO PEDA

... O evento propôs discussões alicerçadas em quatro eixos temáticos: Intervenção Pedagógica e Metodologias Ativas; Intervenção Pedagógica e interdisciplinaridade/transdisciplinaridade; Intervenção Pedagógica e Pesquisa nas Áreas do Conhecimento e Intervenção Pedagógica e autoria.


O Centro de Formação e Atualização dos Profissionais da Educação Básica/CEFAPRO-Cáceres/MT realizou nos dias 10 a 12 de dezembro de 2019, o I SEMINÁRIO DE SOCIALIZAÇÃO DOS PLANOS DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA E I MOSTRA CIENTÍFICA DAS ESCOLAS DE TEMPO INTEGRAL DO POLO DE CÁCERES/MT - A AMBIÊNCIA DA FORMAÇÃO DA/NA ESCOLA/2019: INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA E AUTORIA - com o objetivo de legitimar as práticas pedagógicas realizadas pelos Profissionais da Educação Básica do Estado de Mato Grosso nas ambiências escolares, por meio do Projeto de Formação da/na escola/2019. Evento este, que se lançou como um lugar de fala gestada num movimento ativo e analítico das ações e das políticas públicas educacionais, numa perspectiva de engajamento que acolhe e pulveriza os gestos autorais de seu saber-poder.

Considerando o contexto acima, retomamos uma prática já efetivada há alhures por este Centro de Formação, quando da realização dos seminários anuais de socialização dos trabalhos pedagógicos realizados a partir das ações decorrentes da formação continuada na ambiência escolar em anos anteriores, entre eles: I Seminário de Formação Continuada em Educação - Ciclos de formação humana: currículo, práticas pedagógicas e avaliação; II Seminário de Formação Continuada em Educação: perspectivas para a formação de profissionais da educação básica; III Seminário de Formação Continuada em Educação: o diálogo nas áreas do conhecimento ressignificando as práticas pedagógicas; IV Seminário de Formação Continuada em Educação: discussão, reflexão e ação: as orientações curriculares de Mato Grosso; V Seminário de Formação Continuada em Educação: teoria & prática: os desafios da formação no projeto sala de educador; VI Seminário de Formação Continuada em Educação: ações pedagógicas voltadas à formação humana; VII Seminário em Formação Continuada: a interdependência entre a avaliação e as práticas pedagógicas; VIII Seminário da Educação do/no Campo: políticas e práticas em educação; IX Seminário de Formação Continuada em Educação e I Fórum Regional de Avaliação do Projeto Sala de Educador do Polo de Cáceres-MT.

Neste ano de 2019, a proposta do Seminário pautou-se na socialização dos planos de intervenções pedagógicas e na I Mostra Científica das Escolas de Educação em tempo integral, proporcionando visibilidade às ações pedagógicas desenvolvidas pelos educadores, a fim de minimizar as fragilidades diagnosticadas e potencializar as aprendizagens dos alunos com foco nas competências e habilidades nas áreas do conhecimento.  

Desse modo, considerando a dinâmica complexa do espaço da formação e os desdobramentos vivenciados no percurso formativo, o CEFAPRO, um dos atores responsáveis por mediar às atividades da Política de Formação Continuada no Estado de Mato Grosso, assume a responsabilidade político-pedagógica com a orientação, a implementação, o acompanhamento e o desenvolvimento das necessidades formativas dos sujeitos da educação mato-grossense. Para tanto, o fazer desta proposta se justificou pela possibilidade de legitimar um lugar de dizer ético e estético dos profissionais da educação, interlocução de saberes e poderes que se constituem nas relações entre sujeito e ambiente, a partir de discursividades produzidas, numa perspectiva investigativa e interventiva em práticas situadas, logo uma “inflação discursiva” (NÓVOA, 2009), autoral de saberes e sentidos produzidos por esses sujeitos.

O evento/2019 engendrou discussões com base nas práticas pedagógicas que estão se desenrolando nas ambiências da Formação da/na Escola, tendo como foco as ações de intervenção pedagógica. Assim, propôs discussões alicerçadas em quatro eixos temáticos: Intervenção Pedagógica e Metodologias Ativas; Intervenção Pedagógica e interdisciplinaridade/transdisciplinaridade; Intervenção Pedagógica e Pesquisa nas Áreas do Conhecimento; Intervenção Pedagógica e autoria. Para além das mesas redondas e das comunicações orais por eixos temáticos, fundamentados nos quatro eixos descritos anteriormente, o evento contou com a participação de alunos que apresentaram experiências vivenciadas nos ambientes escolares, na modalidade banner e comunicação oral, a partir dos planos de intervenções realizados.

         Diante das exposições e comunicações orais, avaliamos que as ações desenvolvidas atingiram o objetivo proposto, porém, necessitam de um engajamento articulado e efetivo das diversas instituições SEDUC/ ASSESSORIAS PEDAGÓGICAS/ CEFAPRO/UNEMAT. Observamos também, na fala e nas fichas avaliativas do evento preenchidas pelos participantes, que as instituições organizadoras precisam atentar-se na busca de alternativas para a inserção deste tipo de evento no calendário escolar, a fim de que os profissionais da educação possam participar efetivamente, sem prejuízos financeiros e formativos. Enfatizamos que os profissionais declararam a importância da participação e envolvimento nestes espaços/lugares de saberes necessários para o movimento dialético entre teoria e prática, configurados nos registros fotográficos.

Compartilhe essa Matéria